Olimpolítica

PARIS - Existirá uma ligação entre o poder económico e as medalhas olímpicas? Estará a emergir uma forma de multipolaridade nos desportos ao mesmo tempo que se desenvolve a multipolaridade política?

Em 1992, imediatamente após o fim da Guerra Fria, os Estados Unidos e a "Equipa Unificada" da antiga União Soviética ganharam um quarto das medalhas em Barcelona. A bipolaridade mundial ainda não tinha desaparecido. Quando se realizaram os jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, o mundo tinha mudado de forma significativa. O duopólio soviético-americano havia dado lugar a um duopólio sino-americano, que arrecadou 20% das medalhas.

Os Jogos Olímpicos de Londres confirmaram esta tendência. O duopólio sino-americano destacou-se fortemente na contagem das medalhas (22% do total), mas não excessivamente. A Europa continua a ser forte, enquanto a Ásia e as Caraíbas fizeram progressos significativos.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/jIzg4sk/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.