O iminente terramoto político no Japão

OSAKA – O Japão enfrenta actualmente desafios internos e externos, que são tão graves quanto os que teve de enfrentar desde o fim da Segunda Guerra Mundial. No entanto, o povo japonês está a demonstrar uma notável apatia. Os dois grandes partidos políticos do país, o Partido Democrático do Japão (PDJ), que governa, e o Partido Liberal Democrata (PLD) escolheram recentemente os seus líderes, embora o povo japonês tenha reagido com um encolher de ombros colectivo. Mas é pouco provável que o sistema político do Japão continue a ser uma questão de indiferença popular por muito mais tempo.

O PDJ chegou pela primeira vez ao poder em Setembro de 2009, com um programa ambicioso que prometia uma reforma administrativa abrangente, o não aumento de impostos e mais liberdade na aliança entre o Japão e os Estados Unidos. Mas, devido à inexperiência e à incompetência do partido, em todos os níveis de governação - falhas que foram agravadas pela devastação sem precedentes do grande terramoto de 11 de Março de 2011 -, os dois primeiros governos do PDJ, sob as lideranças deYukio Hatoyama e de Naoto Kan, transformaram essas promessas em farrapos. Consequentemente, muitos legisladores, liderados pelo eterno rebelde Ichiro Ozawa, desertaram do PDJ, formando um novo partido minoritário de oposição.

O PDJ reelegeu agora o actual primeiro-ministro Yoshihiko Noda, como seu presidente, apesar da baixa taxa de popularidade que regista entre a população. Com uma magra maioria na câmara baixa e uma maioria limitada na câmara alta (que adoptou uma resolução de censura contra Noda), o PDJ é incapaz, por si só, de aprovar uma legislação fiscal, e de outros géneros, essencial para o bom funcionamento de um governo. Como resultado, o primeiro-ministro está simplesmente numa trapalhada- e só por concordar com os principais partidos da oposição em dissolver a câmara baixa. Embora não tenha especificado a data exata de quando o irá fazer, o PDJ começou a dar os últimos passos.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/CNDAztQ/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.