young Sanders supporters Andrew Burton | getty images

O novo fosso entre gerações

NOVA IORQUE – Emergiu algo interessante nos padrões de votação de ambos os lados do Atlântico: os jovens estão a votar de formas muito diferentes dos seus familiares mais velhos. Parece ter-se aberto uma grande cisão, menos baseada no rendimento, na educação, ou no género, que na geração dos votantes.

Existem boas razões para esta cisão. As vidas dos mais velhos e dos mais novos, da forma como são vividas hoje, são diferentes. Os seus passados são diferentes, e também são diferentes as suas perspectivas.

A Guerra Fria, por exemplo, terminou antes de alguns deles terem nascido e enquanto outros eram ainda crianças. Palavras como socialismo não transmitem o significado que antes transmitiam. Se o socialismo significa criar uma sociedade em que as preocupações partilhadas não são desrespeitadas, em que as pessoas se preocupam com os outros e com o ambiente onde vivem, então seja. Sim, houve muitas experiências falhadas nesse aspecto há um quarto de século, ou há meio século; mas as experiências de hoje não têm qualquer comparação com as do passado. Portanto, o falhanço dessas experiências passadas não diz nada sobre as novas.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/HH02hCS/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.