roubini155_Spencer PlattGetty Images_stock floor Spencer PlattGetty Images

A ameaça de estagflação é real

NOVA YORK –  Há vários meses venho alertando que a atual mistura de persistentemente frouxas políticas monetárias, creditícias e fiscais estimulará a demanda agregada em excesso e levará ao superaquecimento inflacionário. Para agravar o problema, choques negativos no abastecimento de médio prazo reduzirão o crescimento potencial e aumentarão os custos da produção. Combinadas, essas dinâmicas de oferta e demanda podem levar a uma estagflação ao estilo dos anos 1970 (aumento da inflação em meio a uma recessão) e, eventualmente, até mesmo a uma grave crise de dívida.

Até recentemente, eu me concentrava mais nos riscos de médio prazo. Mas agora pode-se argumentar que uma “leve” estagflação já está em andamento. A inflação está aumentando nos Estados Unidos e em muitas economias avançadas, e o crescimento está desacelerando drasticamente, apesar do enorme estímulo monetário, de crédito e fiscal.

Agora há um consenso de que a desaceleração do crescimento nos EUA, China, Europa e outras grandes economias é o resultado de gargalos de oferta nos mercados de trabalho e de bens. A interpretação otimista de analistas e legisladores de Wall Street é que essa leve estagflação será temporária, durando apenas enquanto durarem os gargalos de oferta.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/NaaXr1ypt