eichengreen141_Luiz SouzaNurPhoto via Getty Images_brazilcoronaviruslockdownclosed Luiz Souza/NurPhoto via Getty Images

Gerir a próxima crise global de endividamento

BERKELEY – O mundo em desenvolvimento está à beira da sua pior crise de endividamento desde 1982. Nessa altura, tiveram de passar três anos até que os credores preparassem a resposta concertada conhecida por Plano Baker, cujo nome foi recebido do então Secretário do Tesouro dos EUA, James Baker. Desta vez, felizmente, os governos do G20 responderam mais rapidamente, apelando a uma moratória sobre os pagamentos devidos por países de baixo rendimento.

Talvez previsivelmente, a declaração do G20 assemelha-se ao Plano Baker. Só há um problema: o Plano Baker não funcionou.

A crise que actualmente domina o mundo emergente e em desenvolvimento não tem precedentes. Saíram destes mercados mais de 100 mil milhões de dólares de capitais financeiros – um volume três vezes superior ao dos primeiros dois meses da crise financeira global de 2008.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/D65SW19pt