Resolução de problemas no Antropoceno

ESTOCOLMO – Respire fundo. Desfrute dessa sensação por um momento. Agora pense no seguinte: Nunca nenhum dos nossos antepassados humanos modernos respirou algo parecido e, do modo como as coisas estão, tampouco os nossos descendentes o farão.

Desde o início da Revolução Industrial, a actividade humana tem vindo a alterar substancialmente a composição da atmosfera. Os níveis de dióxido de carbono são mais elevados hoje do que o verificado em, pelo menos, 800 mil anos. A quantidade de nitrogénio e de enxofre que circula através do sistema da Terra duplicou. O PH dos oceanos está a sofrer alterações a um ritmo sem precedentes, atingindo níveis de acidez não sentidos pelos organismos marinhos nos últimos 20 milhões de anos.

Os seres humanos - que actualmente ocupam cerca de 40% da superfície terrestre sem gelo do planeta - estão a moldar visivelmente muitos dos processos basilares do planeta. De acordo com o Nobel da Química, Paul Crutzen, esta alteração é de tal forma profunda que equivale ao início de uma nova era: o Antropoceno.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/yETDu91/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.