taylor12_CHANDAN KHANNAAFP via Getty Images_janet yellen Chandan Khanna/AFP via Getty Images

Uma mente monetária no Tesouro

STANFORD – Nenhum Secretário do Tesouro dos Estados Unidos irá se pronunciar com tanta frequência e com tanta autoridade sobre política monetária quanto Janet Yellen, uma vez que assumir o cargo. O único outro ex-presidente do Federal Reserve a se tornar secretário do Tesouro foi G. William Miller em 1979, que havia passado apenas um ano no Fed. Yellen, por outro lado, trabalhou lá anteriormente por duas décadas – em tempos bons e ruins – com passagens como economista, governadora, presidente do distrito de São Francisco, vice-presidente e presidente do conselho.

Essa experiente liderança no topo do Departamento do Tesouro será muito importante para as regras e estratégias de política monetária nos próximos meses e anos. Ao prever o que Yellen pode fazer, há uma longa história a ser considerada. Em 1996, quando era governadora do Fed, ela falou sobre regras de política em um discurso intitulado “Política Monetária: Metas e Estratégias”. Apontando a Regra de Taylor como exemplo, ela disse que “existem propriedades atraentes como uma descrição normativa de como a política deve ser conduzida”.

Listando algumas dessas propriedades, Yellen observou que a Regra de Taylor tem uma "meta de inflação de longo prazo" e que envolve "uma estratégia para lidar com compensações... considerada no contexto de uma estratégia sistemática de longo prazo". Foi demonstrado que “apresenta um desempenho extraordinariamente bom em face de uma ampla variedade de choques” e pode “ajudar o Federal Reserve a comunicar ao público a lógica por trás das medidas políticas”.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/ZJ6C8j1pt