O problema da direita chamado Piketty

BERKELEY – No jornal on-line, The Baffler, Kathleen Geier tentou fazer recentemente uma síntese da crítica conservadora sobre o novo livro de Thomas Piketty Capital in the Twenty-First Century [O capital no Século XXI]. O que mais me surpreende é quão fraca a avaliação dos argumentos de Piketty, por parte da direita, acabou por ser.

A tese de Piketty é pormenorizada e complicada. Mas há cinco pontos que parecem particularmente relevantes:

1. A riqueza da sociedade em relação ao seu rendimento anual irá crescer (ou diminuir) para um nível igual à sua taxa de poupança líquida dividida pela sua taxa de crescimento.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/fX8N8Je/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.