coal pollution protest John MacDougall/AFP/Getty Images

O Ambiente Precisa de um Tribunal Penal Internacional

NAIROBI – O anúncio dos vencedores do Prémio Goldman Environmental deste ano constitui uma oportunidade para homenagear os líderes activistas. Além disso, é também o momento para reconhecer a coragem que é necessária na prossecução dos seus esforços (e dos esforços de muitos outros).

Quando a minha estimada amiga Berta Cáceres e eu ganhámos o prémio em 2015, Berta disse no seu discurso de agradecimento: "Dei a minha vida pelo serviço da mãe terra". Pouco tempo depois, Berta foi assassinada nas Honduras. A sua história é trágica, mas não é única. Na verdade, poucos meses depois, Isidro Baldenegro López, outro agraciado com o Prémio Goldman Environmental, foi abatido a tiro.

Nunca houve uma época tão perigosa para os activistas ambientais. Veja-se a violência desencadeada contra os defensores ambientais que protestavam contra o Dakota Access Pipeline nos EUA. A polícia foi acusada de usar força excessiva para tentar dispersar os membros da tribo sioux Standing Rock e os seus apoiantes, que argumentavam que o projecto iria contaminar a água e danificar locais de sepultamento sagrados.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/puFFS6A/pt;

Handpicked to read next

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.