water tap Roberto Machado Noa/LightRocket/Getty Images

O desenvolvimento para lá dos números

NOVA IORQUE – Tem-se dito que as estatísticas são pessoas que têm as lágrimas enxugadas. Esta é uma mensagem que os participantes das reuniões de primavera do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional em Washington, DC, devem ter em mente enquanto avaliam o progresso no desenvolvimento global.

Apesar dos progressos impressionantes que muitos países fizeram, centenas de milhões de pessoas ainda estão a ser deixadas para trás. Para enfatizar este problema, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) deu maior destaque ao tema da inclusão económica e social no seu Relatório do Desenvolvimento Humano de 2016, “Desenvolvimento Humano para Todos”. O relatório oferece uma análise aprofundada de como os países, com o apoio dos seus parceiros, podem melhorar os resultados de desenvolvimento para todos os seus cidadãos, especialmente os mais difíceis de alcançar.

Desde que o PNUD emitiu o seu primeiro relatório, em 1990, temos assistido a melhorias significativas na vida de milhares de milhões de pessoas em todo o mundo. Naquela época, cerca de 35% da humanidade vivia em pobreza extrema. Hoje, esse número está abaixo dos 11%. Do mesmo modo, a proporção de crianças que morrem antes de fazerem cinco anos de idade foi reduzida para metade, em parte porque uns adicionais dois mil milhões de pessoas beneficiam agora de um melhor saneamento e acesso mais amplo a água potável.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/kP1QZzl/pt;

Handpicked to read next

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.