elerian137_FrankyDeMeyerviaGettyImages_vaccine nationalism FrankyDeMeyer via Getty Images

As Vacinas e a Crise de Credibilidade do Ocidente

CAMBRIDGE – O funcionamento adequado de qualquer sistema econômico interconectado depende da confiança. E um sistema global projetado por economias avançadas requer um nível significativo de adesão do mundo em desenvolvimento. Ambos se tornam ainda mais importantes à medida que mais economias em desenvolvimento, lideradas pela China, ganham importância sistêmica.

Com o mundo tentando se recuperar do grande choque econômico causado pelo COVID-19, o manuseio incorreto do lançamento global da vacina enfraqueceu a confiança no sistema internacional que surgiu após a Segunda Guerra Mundial. Juntamente com as lembranças da crise financeira global de 2008, que se originou nas economias avançadas, as falhas de hoje estão reforçando as suspeitas entre alguns países de que a ordem internacional pode não ser mais adequada ao seus propósitos. O Ocidente, em particular, precisa levar essas preocupações a sério. Sem outro sistema multilateral para substituir o atual, a única alternativa é um cenário de fragmentação global e crescentes tensões econômicas, sociais e políticas.

Embora o Reino Unido esteja à frente da maioria dos outros países na vacinação de sua população, sua luta para conter as infecções associadas à nova variante B.1.617.2 da Índia serve como oportuno lembrete de que ninguém está seguro até que todos estejam. Como observa o ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown, enquanto “quase metade dos cidadãos dos EUA e do Reino Unido já receberam pelo menos uma” dose de uma vacina contra o COVID-19, esse número cai para 11% na Índia. Na África Subsaariana, apenas 1% da população recebeu uma única dose.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/GrzqXEJpt