construction site World Bank photo/Flickr

Um Plano Marshall Global

ROMA – Apesar dos esforços atuais em catalisar a cooperação para o desenvolvimento global, houve significativos obstáculos ao progresso nos últimos anos. Felizmente, com grandes reuniões internacionais programadas para o segundo semestre de 2015, os líderes mundiais têm uma oportunidade importante de superá-los.

A reviravolta aconteceu antes. Na virada do século, as negociações internacionais sobre o desenvolvimento econômico também ficaram paralisadas. A reunião ministerial de Seattle da Organização Mundial do Comércio acabou sem decisão, e após duas décadas do Consenso de Washington, os países em desenvolvimento se frustraram com as instituições financeiras internacionais lideradas pelos EUA. As negociações para a conferência inaugural da Conferência Mundial sobre Financiamento para o Desenvolvimento das Nações Unidas (FfD) em Monterrey no México, pareciam estar caminhando para lugar nenhum.

Então, em 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos foram atingidos com grandes ataques terroristas – um trágico desenvolvimento que, de alguma forma, catalisou o progresso. Os líderes mundiais concordaram em começar a Rodada de Desenvolvimento de Doha para garantir que as negociações de comércio atendessem às aspirações dos países em desenvolvimento. E a Conferência de Monterrey 2002 produziu grandes avanços em questões de governança sistêmica, dívida externa, cooperação internacional, comércio e investimentos nacionais e estrangeiros.

To continue reading, please log in or enter your email address.

Registration is quick and easy and requires only your email address. If you already have an account with us, please log in. Or subscribe now for unlimited access.

required

Log in

http://prosyn.org/lQgkMhN/pt;