kschwab25_Marcos del MazoLightRocket via Getty Images_climateprotest Marcos del Mazo/LightRocket via Getty Images

Imaginando a Governança 4.0

GENEBRA – Em 2022, a pandemia de COVID-19 e as inúmeras crises que ela gerou podem finalmente começar a retroceder. Mas mesmo nesse melhor cenário, um tsunami de novos desafios – do fracasso da ação climática à erosão da coesão social – está diante de todos. Enfrentá-los exigirá que os líderes adotem um modelo diferente de governança.

Quando nossas instituições são bem governadas, damos pouca atenção a elas. São simplesmente infraestruturas invisíveis que sustentam a economia e praticamente todos os aspectos da ordem social. E a governança “suficientemente boa” na segunda metade do século 20,  permitiu o crescimento da renda e da paz social.

Atualmente, no entanto, muitas pessoas perderam a fé em seus líderes. Confrontados com crescentes riscos e nossa falha coletiva em abordá-los, começamos a procurar por culpados. Alguns apontam o dedo para líderes políticos ineptos, outros culpam os CEOs do “Homem de Davos”, e uma desesperada e crescente minoria vê uma conspiração de elite por trás da atual desgraça e desalento.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/YIJYpURpt