Pacific Press/Getty Images

Gerir a migração de forma adequada

DHAKA – Na cimeira da Assembleia Geral das Nações Unidas do último ano, os líderes mundiais prometeram cooperar no sentido de garantirem a migração segura, ordeira, normal e responsável. Este ano, precisarão de fazer mais do que isso para respeitarem esse compromisso.

Os estados membros da ONU reconheceram os inúmeros benefícios da migração, nomeadamente o seu papel na estabilização dos mercados de trabalho globais, na propagação do conhecimento e ideias, criando diásporas que incentivam o comércio e o investimento, e sustentando economias em todo o mundo através das remessas dos emigrantes, que pagam os cuidados de saúde, a educação, e a habitação das suas famílias nos seus países de origem.

Mas estes benefícios serão facilmente desperdiçados se, como vimos recentemente durante as crises no Mediterrâneo, no Mar de Andaman, no corredor Centro-Americano, no Sahel, e no Corno de África, a migração não for gerida de forma responsável e colaborativa.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/bObefZM/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.