Fortalecer os Roma da Europa

BUDAPESTE – Por toda a Europa, milhões de pessoas estão a sofrer com o desemprego e a perspectiva de um longo período de estagnação económica. Mas nenhum grupo tem sido mais atingido do que os Roma [ciganos].

Há mais de dez milhões de ciganos a viver na Europa, a maioria concentrada na região dos Balcãs e nos novos países membros da União Europeia, principalmente na Roménia, na Bulgária, na Eslováquia e na Hungria. O que é verdadeiramente chocante é que as suas condições de vida realmente se deterioraram a partir do momento em que muitos deles se tornaram cidadãos da UE. Ao mesmo tempo, a atitude da maioria da população tornou-se mais hostil em quase toda a Europa.

As duas tendências reforçam-se mutuamente: a marginalização gera o desprezo e vice-versa. A única forma de sair desta armadilha é o investimento na educação, que iria pagar enormes dividendos sociais. Considere, por exemplo, que os Roma representam mais de 20% da nova mão-de-obra no mercado de trabalho nos países acima mencionados.

To continue reading, please log in or enter your email address.

Registration is quick and easy and requires only your email address. If you already have an account with us, please log in. Or subscribe now for unlimited access.

required

Log in

http://prosyn.org/6XKr5uT/pt;