Megaproject VirginiaDoT/Flickr

A Era dos Megaprojectos

WASHINGTON, DC – Parece que estamos a entrar numa nova era de megaprojectos em que os países, em especial os do G20, incentivam o sector privado a investir fortemente em infra-estruturas que custam vários milhões de dólares (se não milhares de milhões, ou mesmo biliões), como gasodutos, barragens, sistemas hídricos, redes eléctricas e redes rodoviárias.

A despesa em megaprojectos eleva-se já a cerca de 6 a 9 biliões de dólares por ano, ou seja, cerca de 8% do PIB mundial, o que a torna “o maior boom de investimentos da história da humanidade”. Além disso, a geopolítica, a procura do crescimento económico, de novos mercados e de recursos naturais está a canalizar ainda mais financiamento para projectos de infra-estruturas de grande dimensão. No pico desta explosão potencialmente sem precedentes de tais projectos, os líderes e os credores mundiais parecem ser relativamente alheios às onerosas lições do passado.

De facto, os investimentos em infra-estruturas podem servir necessidades reais, contribuindo para dar resposta a um aumento esperado da procura de géneros alimentícios, água e energia. Contudo, a menos que a explosão de megaprojectos seja cuidadosamente redireccionada e gerida, é provável que o esforço se venha a revelar contraproducente e insustentável. Na ausência de controlos democráticos, os investidores podem privatizar os lucros e socializar as perdas, fixando-se em abordagens de utilização intensiva de carbono e outras que geram prejuízos ambientais e sociais.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/CdXS22H/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.