A ONG internacional vitoriosa

MELBOURNE – Tem ficado bem claro que muitos actores não-estatais têm mais influência na formulação de políticas internacionais do que um grande número de Estados soberanos. Ninguém duvida do impacto que grandes corporações multinacionais e organizações terroristas podem ter, para o bem ou para o mal. Mas o papel de um número de organizações não-governamentais internacionais (ONGI) tem sido mais significativo do que é geralmente reconhecido; e o que faz funcionar bem o que de melhor elas têm é digno de ser explorado.

De acordo com as estimativas actuais, existem cerca de 40 mil ONG a operarem internacionalmente, com a esmagadora maioria a concentrar-se principalmente na saúde, na educação, no bem-estar, na economia, na indústria, na energia, no ambiente, nos direitos humanos, na política social e nas questões relacionadas com a governação e o desenvolvimento. Um número muito menor – umas cem na melhor das hipóteses – trabalha principalmente em questões de paz e segurança, embora algumas organizações focadas essencialmente nos direitos humanos, como a Human Rights Watch e a Amnistia Internacional, sejam aqui influentes.

Aquelas que procuram influenciar os resultados da política externa podem ser estereotipadas, talvez indelicadamente, como “pensadoras”, “faladoras” ou “empreendedoras”. Por outras palavras, elas tendem a ser puras equipas de especialistas, instituições de investigação ou fóruns de política (como a Chatham House de Londres, o Council on Foreign Relations, em Nova Iorque, ou a Brookings Institution, em Washington, DC); organizações de defesa focadas esmagadoramente nas campanhas (como a Human Rights Watch, a Enough, a Kony 2012 ou a Global Zero); ou organizações operacionais baseadas no terreno, que actuam no terreno, envolvidas em actividades como a mediação, a fomentação das capacidades e da confiança (como a Search for Common Ground, a Community of Sant’Egidio ou a Independent Diplomat).

To continue reading, please log in or enter your email address.

Registration is quick and easy and requires only your email address. If you already have an account with us, please log in. Or subscribe now for unlimited access.

required

Log in

http://prosyn.org/Um8W6jq/pt;