Paul Lachine

Um "Talvez" da Europa para a Palestina

MADRID – Na noite de segunda-feira, a Autoridade Palestiniana apresentou uma proposta de resolução à Assembleia Geral das Nações Unidas. Caso seja aprovada a proposta, o estatuto a da Palestina será alterado de "entidade observadora" para "Estado observador não-membro" na Assembleia Geral das Nações Unidas. O voto favorável da proposta poderia alterar o panorama das negociações bilaterais entre Israel e a Autoridade Palestiniana.

A votação surge após os actos de violência registados recentemente em Gaza terem aparentemente dado o golpe de misericórdiaa qualquer oportunidade real de negociações profícuas para resolver um conflito que continua a ser a chave para o futuro de toda a região. Neste contexto, são muitos os factores que influenciarão a decisão da Assembleia Geral, sendo a posição da União Europeia um dos mais significativos.

Apesar de os países da UE não terem conseguido chegar a um consenso, é provável que o voto europeu não dificulte a adopção da resolução que tornaria a Palestina no segundo Estado a adquirir o estatuto de Estado observador não-membro, depois da Santa Sé.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/kG562PD/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.