Contactless cards

Por que razão a Europa ainda necessita de numerário

FRANKFURT – Os sistemas de pagamentos na Europa enfrentam mudanças profundas. Com a revolução digital a oferecer formas de liquidação de transações cada vez mais rápidas e convenientes, o numerário parece não ter futuro, na opinião de alguns. Contudo, menosprezar o papel das notas e moedas na economia seria um erro.

Nos últimos anos, têm proliferado as opções de pagamento sem a utilização de numerário. O recurso a cartões de crédito, transferências bancárias através da Internet e pagamentos por débito direto já é uma prática comum. Presentemente, as soluções de pagamento com o telemóvel e os “porta-moedas móveis” estão também a ganhar terreno. O surgimento de inovações potencialmente revolucionárias, como as tecnologias de registo descentralizado de transações (ou seja, “tecnologia de livro-razão distribuído”), deixa antever que podem estar no horizonte outras alterações, possivelmente mais radicais.

Independentemente destas opções novas e incipientes, vários estudos defendem a abolição do numerário. Os defensores de uma sociedade sem numerário tendem a dividir-se em três campos distintos.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/TpnDv2o/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.