phelps32_Drew AngererGetty Images_biden Drew Angerer/Getty Images

O argumento económico a favor de Biden

NOVA IORQUE – Os comentadores deram muitas razões pelas quais se deveria votar, em novembro, a favor de Joe Biden, o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos. No entanto, a dimensão económica das eleições tem sido de pouco interesse para os analistas, e poucos, ou nenhum, dos economistas que falam sobre o assunto se preocuparam em destacar como é que o resultado afeta diretamente o bem-estar das pessoas. Mas a economia é o palco onde as pessoas trabalham na esperança de obterem desenvolvimento pessoal e na satisfação de terem sucesso. Não se trata apenas do dinheiro.

O argumento económico a favor de Biden começa com a questão económica contra o presidente Donald Trump.  Considere o dispendioso corte de impostos de Trump sobre o rendimento das empresas. Não gerou, nem de longe, o investimento e o crescimento que ele prometeu e o principal efeito foi o aumento dos défices fiscais nos primeiros três anos da sua presidência.

O desprezo de Trump por esse desregramento fiscal abriu um precedente para défices desnecessários em administrações futuras.  (É claro que o défice incorrido mais recentemente em resposta à pandemia era inevitável e, dadas as circunstâncias, benéfico.)

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading and receive unfettered access to all content, subscribe now.

Subscribe

or

Unlock additional commentaries for FREE by registering.

Register

https://prosyn.org/F2f6QwWpt