Desmilitarização da política muçulmana

ISLAMABAD - Podem os governos muçulmanos libertarem-se dos militares poderosos dos seus países e instaurarem o controlo civil comparável ao que se encontra nas democracias liberais? Esta questão é agora fundamental em países tão díspares como o Egipto, o Paquistão e a Turquia.

De forma a prever como esta luta irá decorrer, ajuda perceber o passado da região. Desde a fundação do islamismo, no século VII, tem-se mantido a tradição de um profundo envolvimento militar na política e na governação. Na verdade, a proeza militar em desenvolver o islamismo ajudou a que este se propagasse rapidamente em todo o mundo.

Os militares foram responsáveis pela implantação do islamismo em todo o Médio Oriente, tal como na Pérsia, no Sul da Europa e no sub-continente indiano. E a partir do momento em que um estado muçulmano era instituído em terras recém-conquistadas, os militares tornavam-se parte integrante da sua governação.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/AvI5Ifx/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.