0

O Meu Melhor Investimento

JACARTA – Quando era rapaz, sonhava tornar-me médico. Nasci na Indonésia no início da década de 1950, uma altura em que a maioria das famílias do meu país não tinha acesso a cuidados de saúde. Como resultado, milhares de crianças morriam todos os anos devido a doenças evitáveis como o sarampo, a pólio, e a malária.

Mas avanços revolucionários na medicina estavam a inverter a maré contra estes assassinos, e os médicos Indonésios eram celebrados como heróis. Eu também queria ser um herói, e por isso estudei com afinco e inscrevi-me na faculdade de medicina.

Os meus planos mudaram, contudo, quando o meu pai adoeceu. Era um homem trabalhador que operava triciclos em Surabaya, e eu abandonei a universidade quando ele deixou de poder gerir o negócio da família. Acabei por tornar-me um empreendedor bem-sucedido e fundei um banco que é hoje uma das maiores instituições financeiras do Sudeste Asiático.

Olhando para trás, não me arrependo. Na verdade, sei que tenho sido incrivelmente abençoado. Milhões de crianças de países em desenvolvimento da África, Ásia e do Pacífico Ocidental são forçadas à pobreza extrema quando um progenitor adoece ou morre. E mais milhões ainda sofrem de doenças que as impedem de ter uma vida saudável e produtiva.