sachs349_Mahmoud HjajAnadolu Agency via Getty Images_covax Mahmoud Hjaj/Anadolu Agency via Getty Images

Os produtores de vacinas têm de acelerar o passo

NOVA YORK - O mundo está em um momento crítico da pandemia de covid-19. Os países que não tiveram a primeira rodada de cobertura vacinal estão extraordinariamente vulneráveis à variante Delta, altamente infecciosa, e são também viveiros de novas variantes que podem se espalhar rapidamente no mundo todo. A Comissão covid-19 The Lancet, presidida por mim, está trabalhando em caráter de urgência com o sistema das Nações Unidas para fortalecer a resposta multilateral. Governos de países em que as vacinas estão sendo produzidas - Estados Unidos, membros da União Europeia, Reino Unido, Índia, Rússia e China - precisam cooperar sob a liderança da ONU para garantir que um suprimento suficiente de doses da vacina chegue aos países mais pobres.

Os países de alta renda têm hoje mais de 50% de sua população totalmente vacinada. No entanto, a população totalmente vacinada na África permanece inferior a 4%. Essa falta de cobertura vacinal na África, e em países de baixa renda de outros lugares, representa um perigo iminente para essas populações.

O presidente americano, Joe Biden, está convocando uma cúpula da vacina para 22 de setembro. Este é um passo à frente potencialmente bastante significativo. É importante que os EUA realizem esta reunião em cooperação com China, Índia, Rússia e outros países produtores de vacinas, além de incluir o sistema das Nações Unidas no encontro. Apenas a ONU, com sua filiação universal e capacidade operacional em países de baixa renda, tem a capacidade de coordenar o rápido aumento global da cobertura vacinal.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/rmIwO6gpt