bloomberg4_ROSLAN RAHMANAFP via Getty Images_solarcity Roslan Rahman/AFP via Getty Images

Para apoiar os esforços climáticos, deve-se apoiar os autarcas

BRUXELAS – Na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26) deste ano em Glasgow, grande parte da atenção estará focada no que os governos nacionais podem fazer para reduzir as emissões mais rapidamente e manter o compromisso anterior de fornecer 100 mil milhões de dólares anuais em financiamento para o clima para países de baixo e médio rendimento.

Estas questões são cruciais. Mas há outro grupo de líderes cujas ações também são essenciais para combater as alterações climáticas e que, juntos, estão a mostrar o que é possível fazer: os autarcas de todo o mundo. Na verdade, prometer mais apoio e parcerias com as cidades que procuram a adaptação e mitigação climática é uma das etapas mais importantes que os governos nacionais podem dar na COP26.

Sendo o lar de uma crescente maioria da população mundial, as cidades são responsáveis ​​por cerca de três quartos do consumo mundial de energia e 70% das emissões de dióxido de carbono. Felizmente, os autarcas têm autoridade considerável para lidar com as maiores fontes dessas emissões, principalmente os transportes e o uso energético nos edifícios.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading and receive unfettered access to all content, subscribe now.

Subscribe

or

Unlock additional commentaries for FREE by registering.

Register

https://prosyn.org/0MkVyVqpt