boccaletti9_BERND LAUTERAFP via Getty Images_german floods BERND LAUTER/AFP via Getty Images

Quando o dique político se rompe

LONDRES – Partes da Europa estão alagadas e o oeste americano está envolto em calor, incêndios e seca. Os países ricos estão a experienciar o que muitos países em desenvolvimento sempre souberam: um clima em alteração pode tornar-se rapidamente ingerível quando falha o nosso controlo sobre a água.

No seguimento dos desastres deste Verão, os líderes políticos, desde a Chanceler alemã, Angela Merkel, à Governadora do Oregon, Kate Brown, apelaram devidamente à aceleração do combate global contra as alterações climáticas. Mas apesar de a redução de emissões de gases com efeito de estufa ser urgentemente necessária, não é suficiente. A perda da segurança da água nas comunidades abastadas comprova não apenas um clima em mudança mas também uma incapacidade política mais abrangente.

No início do século XX, todos estavam rotineiramente expostos a condições climáticas difíceis. O oeste dos Estados Unidos, por exemplo, era em grande parte inabitável para quem estava acostumado a climas amenos. Os pomares do Imperial Valley, na Califórnia, ainda não existiam, e os seus solos hoje ricos estavam secos e formavam uma crosta estéril. As cidades que hoje ocupam os desertos da região – São Diego, Los Angeles, Las Vegas, Phoenix – eram postos avançados sem água que não conseguiam sustentar, nem de perto, as suas populações actuais.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/0kvCaoQpt