kortenhorst17_Li ZongxianVCG via Getty Images_windsolar Li Zongxian/VCG via Getty Images

A energia limpa venceu a corrida económica

DENVER – Durante décadas, defendemos no Rocky Mountain Institute (actualmente, RMI), que a transição para a energia limpa custaria menos e seria mais rápida do que esperariam os governos, as empresas e muitos especialistas. Nos últimos anos, esta perspectiva foi plenamente confirmada: os custos das renováveis decresceram de forma consistentemente mais rápida do que a esperada, e a sua implementação decorreu mais rapidamente do que previsto, reduzindo dessa forma ainda mais os custos.

Graças a este ciclo virtuoso, as renováveis instalaram-se. E agora, novas análises de duas credíveis instituições de investigação vieram reforçar a montanha de dados que demonstra ser uma rápida transição para as energias limpas o rumo menos dispendioso a seguir.

Os legisladores, dirigentes empresariais e instituições financeiras precisam urgentemente de considerar as implicações prometedoras deste desenvolvimento. Com a rápida aproximação da Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26) de Glasgow, é imperativo que os líderes mundiais reconheçam que a consecução da meta de aquecimento de 1,5º Celsius do acordo de Paris sobre o clima não deve ser encarada como um sacrifício: deve ser encarada como um aproveitamento de oportunidades. O processo de negociação tem de ser reenquadrado, de forma a incidir menos sobre a partilha de fardos e mais sobre uma corrida lucrativa para a implementação de tecnologias energéticas mais limpas e mais baratas.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading and receive unfettered access to all content, subscribe now.

Subscribe

or

Unlock additional commentaries for FREE by registering.

Register

https://prosyn.org/EaAdeNept