pei63_WANG ZHAOAFP via Getty Images_chinaforeignministrywangyi Wang Zhao/AFP via Getty Images

O Mau Comportamento dos Diplomatas Chineses

CLAREMONT, CALIFORNIA – Há muito que diplomatas chineses desfrutam da fama de serem profissionais bem treinados, neutros e cautelosos que cumprem suas missões com afinco, sem atrair muita atenção negativa. Mas uma nova safra de jovens diplomatas está substituindo as tradicionais normas diplomáticas em favor de agressiva promoção da egoísta narrativa da China sobre o COVID-19. Essa estratégia é a diplomacia do “lobo guerreiro” – e o tiro está saindo pela culatra.

Pouco antes do surgimento da crise do COVID-19, o Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, instruiu o corpo diplomático do país a adotar uma abordagem mais assertiva para defender os interesses e a reputação da China no exterior. A pandemia – cuja proporção poderia ter sido muito menor não fosse pelos erros iniciais das autoridades locais de Wuhan – apresentou uma oportunidade perfeita para transformar essa diretriz em ação.       

E é exatamente isso que os diplomatas chineses vem fazendo. Por exemplo, em meados de março, o recém-nomeado porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, promoveu uma teoria da conspiração alegando que militares dos EUA teriam levado o novo coronavírus a Wuhan, o primeiro epicentro da pandemia.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/vN3pv9rpt