zhang52_PHILIPPE LOPEZAFP via Getty Images_shein Philippe Lopez/AFP via Getty Images

As fontes da resiliência econômica da China que não são reconhecidas

XANGAI – Nos últimos 20 anos, várias e prósperas empresas de tecnologia surgiram na China. Isso gerou muita especulação sobre as proezas científicas e tecnológicas do país, bem como sua capacidade de inovar. Alguns argumentam que a China já está pisando nos calcanhares da América nesses domínios e se tornou um líder mundial em alguns setores. Outros acreditam que a China não está tão adiantada quanto pode parecer, e a repressão regulatória do governo às empresas de tecnologia impedirá seu progresso contínuo. Então, o que será, na verdade?

Aqueles que duvidam do progresso da China enfatizam a confiança do país na tecnologia ocidental, apontando que suas empresas locais de tecnologia ainda não competem globalmente com suas contrapartes americanas. Mas os otimistas da China observam que essas empresas continuam sua rápida expansão internacional, um reflexo da excepcional capacidade de aprendizagem da China.

Sim, por certo. Irrefutavelmente, a capacidade de aprendizagem da China é o segredo do sucesso econômico do país e diz muito mais sobre as perspectivas da China do que sobre sua  tecnologia. Afinal, a inovação tecnológica é menos um insumo do que um produto do desenvolvimento econômico liderado por empresários. É construindo negócios prósperos que os empreendedores ganham oportunidades de desenvolver novas tecnologias e aplicações.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading and receive unfettered access to all content, subscribe now.

Subscribe

or

Unlock additional commentaries for FREE by registering.

Register

https://prosyn.org/BkdGj1ppt