thiaw1_KAMBOU SIAAFP via Getty Images_biofuelfarmfieldworkers Kambou Sia/AFP via Getty Images

Desferir um golpe nas alterações climáticas

BONN –Perante as alterações climáticas, o fornecimento confiável de energias renováveis a todos os que precisam tornou-se um dos maiores desafios de desenvolvimento dos nossos tempos. Para cumprir o compromisso da comunidade internacional de manter o aquecimento global abaixo dos 1,5-2 °C, em relação aos níveis pré-industriais, será necessário o uso ampliado de bioenergia, o armazenamento e a captura de carbono, estratégias de mitigação baseadas na terra, como a reflorestação, e outras medidas.

O problema é que essas potenciais soluções tendem a ser discutidas apenas nas margens dos círculos políticos internacionais, se é que ocorrem. E, ainda assim, os peritos estimam que o orçamento global de carbono –a quantidade adicional de dióxido de carbono que ainda podemos emitir sem provocar alterações climáticas potencialmente catastróficas –irá esgotar no espaço de uns meros dez anos. Isso significa que há uma necessidade urgente de aumentar a bioenergia e as opções de mitigação baseadas na terra. Já temos a ciência para fazê-lo e quanto mais tempo demorarmos, maior a possibilidade de esses métodos deixarem de ser viáveis.

As energias renováveis são a melhor opção para evitar os efeitos mais destrutivos das alterações climáticas. Durante seis dos últimos sete anos, o crescimento global da capacidade de energias renováveis superou o crescimento das energias não renováveis Mas embora as energias solar e eólica estejam a abrir novos caminhos, elas ainda não satisfazem a procura mundial.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/P52uPsopt;