A Crise Alimentar Interna da Índia

SINGAPURA – De acordo com estimativas actuais, a população total da Índia atingirá os 1,45 mil milhões em 2028, igualando a da China, e os 1,7 mil milhões em 2050, o equivalente à população combinada da China e dos Estados Unidos de hoje. Como a Índia já se debate para alimentar a sua população, a sua actual crise alimentar poderá piorar significativamente nas próximas décadas.

De acordo com o Índice Global da Fome (GHI) de 2013, a Índia está em 63º lugar, de entre os 78 países onde existe mais fome, significativamente pior que os vizinhos Sri Lanka (43º), Nepal (49º), Paquistão (57º) e Bangladesh (58º). Apesar da melhoria considerável da Índia durante o último quarto de século – a sua classificação no GHI subiu de 32,6 em 1990 para 21,3 em 2013 – a Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas acredita que 17% dos Indianos ainda estão demasiado subnutridos para terem uma vida produtiva. Com efeito, um quarto das pessoas subnutridas do mundo vive na Índia, mais do que em toda a África Subsaariana.

Mais desesperante, um terço das crianças subnutridas no mundo vive na Índia. Segundo a UNICEF, 47% das crianças Indianas têm défice de peso e 46% das crianças abaixo dos três anos são demasiado pequenas para a sua idade. Na verdade, quase metade de toda a mortalidade infantil pode ser atribuída à subnutrição – uma conjuntura a que o antigo Primeiro-Ministro Manmohan Singh apelidou de “vergonha nacional.”

To continue reading, please log in or enter your email address.

Registration is quick and easy and requires only your email address. If you already have an account with us, please log in. Or subscribe now for unlimited access.

required

Log in

http://prosyn.org/4F7USwS/pt;