Farmers in Vietnam Hoang Dinh Nam/AFP/Getty Images

Futuras explorações agrícolas na Ásia

MANILA –A escassez de alimentos é uma memória distante para muita gente na Ásia. Mas à medida que a região luta para alimentar e nutrir uma população em crescimento, ela poderá tornar-se novamente numa realidade dolorosa.

A Ásia já é o maior mercado de alimentos do mundo e, em 2050, a população deverá atingir os cinco mil milhões de pessoas –um aumento de 900 milhões de pessoas. Devido à sua classe média em expansão, a região irá provavelmente representar metade do aumento global do consumo anual de carne bovina e de aves, e mais de três quartos do aumento do consumo de peixe, entre o presente ano e 2030. E nessa altura, mais de 60% da procura total de cereais nos países em desenvolvimento serão provenientes do sul e sudeste da Ásia. Para acompanhar esta procura crescente, a produção de alimentos terá de aumentar uns 60 ou 70% comparado ao que acontecia há uma década.

Idealmente, as explorações agrícolas da Ásia poderiam, simplesmente, expandir a sua produção. Mas elas estão terrivelmente mal equipadas para fazê-lo. Para produzir uma quantidade suficiente de alimentos, as explorações agrícolas da Ásia terão de sofrer uma transformação do século XXI.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/CBPXJTl/pt;

Handpicked to read next

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.