gomera2_Robert NickelsbergGetty Images_deforestation indonesia Robert Nickelsberg/Getty Images

Natureza vs. Infra-estruturas

CAMBRIDGE – Em Novembro de 2017, cientistas que trabalhavam em Sumatra, na Indonésia, emitiram um emocionante comunicado: tinham descoberto uma nova espécie de orangotango, aumentando para sete o número global de espécies deste grande símio.

Mas um ano depois, o único lar dos 800 orangotangos selvagens de Tapanuli está a ser destruído para a construção de uma barragem e de uma central hidroeléctrica, avaliadas em 1,6 mil milhões de dólares. Embora o projecto vá contribuir para menos de 1% da capacidade planeada de produção de electricidade, os cientistas dizem que originará a extinção desta espécie rara. Isto levanta, mais uma vez, uma questão central: o que vale a natureza?

A Indonésia não é a única a assumir compromissos prejudiciais para o ambiente. O século XXI será um período de expansão inédita das infra-estruturas, e serão gastos uns impressionantes 90 biliões de dólares nos próximos 15 anos, na construção ou substituição de barragens, centrais eléctricas, e outras instalações. Na realidade, serão construídas mais infra-estruturas durante a próxima década e meia do que aquelas que actualmente existem. Naturalmente, os habitats serão perturbados durante este processo.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/X3gvRVypt