A Nova Fronteira da OTAN

BRUXELAS – Está a ser feita história com a entrada, esta semana, de um navio Americano numa base naval Espanhola. A chegada do USS Donald Cook vindo de Norfolk, na Virgínia, para o seu novo porto em Rota, na costa Atlântica de Espanha, marca a primeira vez em que um navio da Marinha dos EUA, equipado com o sistema Aegis de tecnologia avançada para defesa contra mísseis balísticos, ficará permanentemente baseado na Europa.

O USS Donald Cook é o primeiro de quatro contratorpedeiros da Marinha dos EUA que, com cerca de 1.200 marinheiros e tripulantes, desempenharão um papel central na capacidade de defesa antimíssil da OTAN. Mas os navios também levarão a cabo muitas outras tarefas, tais como operações de segurança marítima, exercícios bilaterais e multilaterais de treino, e participação nas operações e destacamentos da OTAN, incluindo nos Grupos Marítimos da OTAN.

A chegada do USS Donald Cook marca um passo em frente para a OTAN, para a segurança Europeia, e para a cooperação transatlântica. Demonstra claramente a força do vínculo entre a América e a Europa na abordagem aos complexos e imprevisíveis desafios de segurança da nossa era.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/Xv5s4Vj/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.