Um Abismo de Outono?

BERLIM - Nos próximos meses, várias crises económicas e políticas regionais graves poderão culminar num mega ponto de viragem, estimulando uma enorme instabilidade a nível global. Ao longo do Verão, aumentou a probabilidade de uma queda perigosa.

Os tambores de guerra soam cada vez mais alto no Médio Oriente. Ninguém pode prever em que direcção o presidente islâmico sunita do Egipto e a maioria parlamentar irão conduzir o país. Mas uma coisa é certa: os islâmicos sunitas estão a alterar de forma determinante a política da região. Esta reorientação regional não tem de ser necessariamente antiocidental, mas sê-lo-á certamente caso Israel e/ou os Estados Unidos lancem um ataque militar ao Irão.

Entretanto, a Síria está a ser assolada por uma guerra civil, acompanhada por uma catástrofe humanitária. De facto, o regime do presidente Bashar al-Assad não irá sobreviver, mas está determinado em lutar até ao fim. A balcanização da Síria entre os diversos grupos étnicos e religiosos do país é um resultado claramente previsível. Na verdade, já não se pode excluir um tipo de situação idêntica à da Bósnia, uma vez que que a probabilidade do governo sírio perder o controlo sobre as suas armas químicas representa uma ameaça imediata de intervenção militar por parte da Turquia, de Israel ou dos EUA.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/tJf2FO5/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.