A Crise de Ideias do Conservadorismo Americano

BERKELEY – Neste momento, sobre o canto esquerdo da minha secretária estão três livros recentes: The Battle de Arthur Brook, Coming Apart de Charles Murray, e A Nation of Takers de Nicholas Eberstadt. Juntos, representam um importante movimento intelectual, que é aliás também um dos maiores responsáveis pelo facto de o conservadorismo Americano actual ter tão pouco a dizer de construtivo sobre como gerir a economia – e tão pouca aceitação por parte do centro do eleitorado Americano.

Mas recuemos na História, até à fundação do que poderíamos chamar de conservadorismo moderno, na Inglaterra e França do início do século dezanove. Alguns houve – vêm à memória Frédéric Bastiat e Jean-Baptiste Say – que acreditavam que o governo devia pôr os desempregados a trabalhar na construção de infra-estruturas quando os mercados ou a produção se encontrassem temporariamente afectados. Mas esses eram contrabalançados por aqueles como Nassau Senior, que se pronunciava até contra o combate à fome: Apesar de morrer um milhão de pessoas na Irlanda durante a Grande Fome de 1845-1849, “isso estaria longe de ser suficiente.”

O principal impulso do conservadorismo inicial consistia numa oposição radical a qualquer forma de segurança social: se tornássemos os pobres mais ricos, eles ficariam mais férteis. Como resultado, o tamanho das explorações agrícolas diminuiria (à medida que as terras fossem divididas por mais filhos), a produtividade do trabalho cairia, e os pobres tornar-se-iam ainda mais pobres. A segurança social não era apenas inútil; era contraproducente.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/eHPx88v/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.