Nigerian women Chris Hondros/Getty Images

Melhorar a saúde das mulheres africanas através da inclusão financeira

ACRA – No final de Outubro, o Serviço Regional para África da Organização Mundial de Saúde assinou um acordo com a União Internacional de Telecomunicações (UIT) das Nações Unidas. O objectivo desta parceria improvável é incentivar a utilização de serviços digitais "para salvar vidas e melhorar a saúde das pessoas". Contudo, a característica mais inovadora do pacto é talvez o voto de combinar estratégias de inclusão financeira com uma prestação de cuidados de saúde moderna.

A inclusão financeira é uma via reconhecida para melhorar a saúde das pessoas, especialmente a saúde das mulheres nos países em desenvolvimento. As mulheres que conseguem ter acesso fácil a contas bancárias ou a opções de pagamento em numerário tendem a investir mais nas suas empresas e famílias. Por sua vez, vivem vidas mais saudáveis e gratificantes.

No entanto, muitas vezes, as iniciativas como a que foi assinada em Outubro incidem sobre um destes dois aspectos: saúde em linha ou produtos financeiros como seguros. Uma vez que a capacidade dos africanos para ganhar e poupar dinheiro pode ser a diferença entre uma prestação de cuidados de saúde adequada e a ausência total de prestação de cuidados de saúde, isto representa uma oportunidade perdida para ajudar os doentes e construir comunidades mais resiliente.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

Help make our reporting on global health and development issues stronger by answering a short survey.

Take Survey

http://prosyn.org/beTgFCX/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.