uganda internet tax ISAAC KASAMANI/AFP/Getty Images

O défice da geração digital de África

LONDRES — A África é o local mais jovem do mundo. No entanto, pelo facto de os chefes de Estado africanos serem, em geral, mais velhos — com uma idade média de 62 anos — estão fora de contacto com a juventude africana. Num evento realizado em Londres no passado mês de Abril , o Presidente nigeriano Muhammadu Buhari sugeriu que os jovens nigerianos eram preguiçosos e procuravam benesses por parte do governo, provocando uma reação negativa nas redes sociais (hashtag: #LazyNigerianYouths) por parte dos jovens nigerianos, que enumeraram todas as suas actividades produtivas.

Por seu turno, a plataforma de empréstimo móvel nigeriana OneFi apresentou alguns dos seus clientes empreendedores. Com um pequeno empréstimo, uma jovem conseguiu comprar inventário para uma empresa grossista de lascas de banana; outro jovem empreendedor conseguiu construir um aviário com capacidade para 1 000 frangos.

As startups de tecnologia africanas como a OneFi devem, em grande parte, a sua existência à expansão da Internet móvel em todo o continente. Com uma base de utilizadores de smartphones estimada de 725 milhões até 2020, e com a previsão de que o acesso à Internet aumente 130% nos próximos seis anos, a economia digital da África poderia criar milhões de postos de trabalho para os jovens africanos.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/tkV1mJDpt