tailoring workshop africa Godong/UIG via Getty Images

Capitalizar os dividendos demográficos de África

LOMÉ – A África alberga a população mais jovem e em mais rápido crescimento do mundo. Com cerca de 20 milhões de jovens preparados para entrarem no mercado de trabalho todos os anos durante as próximas três décadas, o continente tem uma oportunidade para alterar o equilíbrio do crescimento local e global com uma finalidade: empregos. Mas está longe de ser inevitável que tal aconteça.

Para que os países africanos capitalizem este dividendo demográfico, a mão-de-obra futura deverá ser educada, formada, e dispor de oportunidades de emprego adequadas. Não será fácil reunir todas as peças necessárias.

Vivemos tempos incertos para a economia global. As tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China ameaçam a integridade das cadeias de valor globais, e a saída iminente da Grã-Bretanha da União Europeia tem potencial para causar ainda mais perturbações. A previsão de Outubro do Fundo Monetário Internacional alerta que a estagnação dos factores económicos históricos poderá fazer baixar o crescimento global neste ano e no próximo para 3,7%, uma diminuição de 0,2 pontos percentuais comparativamente a estimativas anteriores.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/wiPptXJpt