Os custos de desenvolvimento da homofobia

LONDRES – sendo eu um homem homossexual a viver na Nigéria, o meu maior desafio foi escolher entre a minha sexualidade e o meu emprego.

Em 2004, estava no início da minha carreira de actor. Tinha acabado de sair da universidade, e fazia parte do elenco de “Roses and Thorns”, uma novela de horário nobre da Galaxy Television, uma das estações de televisão mais populares da Nigéria. Fazia o papel de “Richard”, o único filho de uma família rica que estava a ter um caso com a empregada doméstica.

Começaram a surgir rumores sobre a minha vida privada e decidi que estava na hora de “sair do armário”. Então concordei participar no talk-show televisivo de maior audiência na Nigéria para discutir a minha sexualidade.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/5rEh7xo/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.