A Nova Economia do Clima

NOVA IORQUE – Esta sexta-feira, na sua última avaliação detalhada das provas do aquecimento global, o Painel Intergovernamental das Nações Unidas sobre a Mudança Climática mostrará que os cientistas mundiais do clima estão mais certos que nunca que a actividade humana – principalmente a queima de combustíveis fósseis – está a causar o aumento das temperaturas e dos níveis do mar.

Em anos recentes, uma série de catástrofes climáticas extremas – incluindo o Furacão Sandy em Nova Iorque e Nova Jérsia, cheias na China, e secas no Meio-Oeste Americano, na Rússia e em muitos países em desenvolvimento – causou danos enormes. Na semana passada, o México foi alvo de furacões simultaneamente no Pacífico e no Golfo do México que devastaram vilas e cidades no seu caminho. A mudança climática é um impulsionador importante destas catástrofes, e arriscamo-nos a muito pior.

Isto coloca um novo debate no centro das atenções: como reconciliar o reforço do combate à redução de emissões de gases com efeitos de estufa com um crescimento económico forte.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/VycWHqb/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.