Cultivation of lemons in Tajikistan UNDP Eurasia

Manter o progresso nos países em transição

NOVA IORQUE –No mais recente relatório Doing Businessdo Banco Mundial, metade dos países da Europa do Leste e da Ásia Central incluídos na avaliação mundial estava entre os 50 primeiros. Como medida de maturidade económica, o relatório confirma o que muitos da comunidade de desenvolvimento internacional já sabiam há imenso tempo: a região está em ascensão.

Ao longo da última década, as economias da Europa do Leste e da Ásia Central registaram ganhos espetaculares, sustentados por reformas ambiciosas no mercado e no setor público. A questão agora é como assegurar que este progresso –que triplicou o tamanho da classe média –se mantém.

Os sinais de prosperidade social e económica da região estão em todo o lado. No Azerbaijão, os rendimentos aumentaram dramaticamente nas últimas décadas e apenas 5% da população vive hoje abaixo do limiar da pobrezacontra os quase 50% em 2002. Noutra parte do mundo, a Estónia é o terceiro país na Europa com mais empresas em fase de arranque (startups) por pessoa e a velocidade da Internet é uma das mais rápidas do mundo. E da Albânia ao Quirguistão, os sistemas de governo eletrónico estão a permitir que mais pessoas estejam conectadas a serviços cruciais através de portais eletrónicos.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/xnFDdh0/pt;

Handpicked to read next

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.